Buscar
  • ajrarquitetura

5 Dicas importantes sobre o gerenciamento de obras.

Atualizado: Fev 6

Por Lucas Aragão – AJR Arquitetura


Quando falamos sobre a gerência de obras, logo pensamos sobre a necessidade de um profissional (Arquiteto / Engenheiro) responsável em por gerenciar e coordenar as equipes e terceiros durante a execução da obra, e este pensar pensamento está correto.



De acordo com a Lei 5.194, de 1996, arquitetos e engenheiros possuem essa atribuição, podendo assim executa-la, porém a contratação de uma prestação de serviço para um gerenciamento de obra é algo amplo em seu contexto, pois o escritório que irá disponibilizar este serviço ao proprietário do imóvel tende a garantir alguns itens essenciais para a perfeita execução e entrega da construção em seu ponto de finalização.

Esse profissional quando contratado, normalmente realiza serviços como montagem do cronograma de execução, levantamento custos e compatibilização de quadros de concorrência, tomada de diretrizes e parâmetros de execução com as equipes em campo, avaliação de projetos e documentação evitando possíveis embargos, entre outras questões.

É valido salientar que deve-se ter em mente que tipo de profissional está presente na obra coordenando as equipes permitindo assim a grande redução de erros entre real e projeto, mas também está no escritório realizando o planejamento de toda a obra (valores, prazos de entrega, entre outros).


“Uma contratação de gerência de obras, evita desgastes entre proprietário e equipes, visa minimizar imprevistos e também obter resultados com alta qualidade”. – Arquiteto André J. Rocha.


Abaixo algumas dicas importantes sobre a Gerência de Obras:


1. PLANEJAMENTO

Ao contratar um escritório para realizar a Gerência de Obras, garanta que serviços como planejamento de etapas de execução, ajuste de cronograma e montagem do quadro de concorrência seja realizado, além das vistorias semanais in-loco para conferencia com as equipes em relação ao projeto.


2. SUPORTE DE UM PROFISSIONAL ESPECIALIZADO

Tenha sempre em mente que com a contratação desse tipo de serviço, a ideia é garantir redução de custos na realização da obra, e de que forma estas reduções acontecem? Com um escritório presente em cada etapa, coordenando a entrada e saída de materiais, além da presença na execução para evitar possíveis erros de leitura de projeto.


3. CONTROLE DE MATERIAIS

É sempre importante lembrar que os maiores gastos que diferenciam o custo final de uma obra é principalmente o desperdício de materiais, pois quando uma obra não é planejada, muitas vezes há perda desde o material base como o cimento, areia e pedra até itens de acabamento como pisos e revestimentos, tomadas em excesso, entre outros.

Gerenciamento da obra significada ajustar controlar a entrada e saída de materiais garantindo assim a utilização correta.


4. ANTECIPAÇÃO DE CENÁRIOS

A antecipação de alguns pontos que podem vir a ocorrer na obra, visa garantir uma execução saudável. Saber distribuir as etapas em dias ensolarados e dias chuvosos por exemplo é um ponto importantíssimo, pois faz com que a equipe não fique parada e também a obra não atrase.


5. SEGURO DA OBRA

Você sabia que existem seguros para obras? A contratação deste serviço garante que se algum sinistro como roubo, acidente, ou até mesmo abalo na estrutura da obra ou vizinha, o proprietário e o afetado estarão garantidos, este serviço é de extrema importância para a segurança.


Gostaria de receber mais dicas como essas? Acesse nosso site, siga-nos nas redes sociais, nós da AJR Arquitetura teremos imenso prazer em atendê-los.


15 visualizações

© 2017 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS PARA AJR ARQUITETURA ALPHAVILLE, TAMBORÉ, SANTANA DE PARNAÍBA E GRANJA VIANA

01 - LOGOTIPO BASE TRANSPARENTE.png